PrEvEnÇãO E SeGuRaNçA

14 de fevereiro de 2019


O Centro Integrado de Operações de Belo Horizonte (COP-BH) terá operação especial para garantir o bom funcionamento da cidade durante o Carnaval, trabalhando 24 horas por dia, nos sete dias da semana, com as 16 instituições representadas na Sala de Controle Integrada.

O COP-BH articula com as instituições municipais e estaduais a atuação com foco na segurança, mobilidade urbana, atendimento de urgência, serviços urbanos, ordem pública e proteção social. Esse planejamento é compartilhado com o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) da Secretaria de Estado de Segurança Pública.

Monitoramento em tempo real: composto por representantes de instituições responsáveis pela organização e apoio operacional para a realização do Carnaval de Belo Horizonte 2019, o Posto de Comando tem como objetivo monitorar o planejamento e responder, de forma integrada, aos eventuais problemas ocorridos.

Este ano, ele contará com instituições municipais, como a Guarda Municipal, BHTrans, Secretarias Municipais de Obras e Infraestrutura e de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, Subsecretaria de Fiscalização, SAMU, Diretoria de Prevenção Social ao Crime e à Violência e Prodabel, além de instituições estaduais, como Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Tribunal de Justiça, Secretaria Estadual de Transportes e Obras Públicas/DEER e, ainda, a CBTU.

Os representantes que estarão trabalhando no Posto de Comando, monitorando em tempo real a cidade por meio de 1,4 mil câmeras, têm acesso às funcionalidades que os colaboradores do COP-BH possuem, como a plataforma integrada que otimiza a execução e coordenação de ações preventivas e corretivas do evento.

É por meio dela que as instituições terão acesso aos pontos de concentração dos blocos, itinerário previsto, desvios programados, pontos de dispersão dos blocos, volume de público, emprego operacional das instituições municipais, contato com os organizadores, localização dos palcos, entre outros.

Equipes Volantes: criadas em 2018, as equipes volantes também serão reforçadas neste ano. Circulando nas ruas da cidade das 10h até as 4h manhã, as quatro equipes são acionadas e direcionadas pelo Centro Integrado de Operações quando for necessário, para coibir contravenções e em caso de problemas nos desfiles dos blocos, por exemplo. Cada equipe contará com dois guardas municipais, dois agentes da BHTrans, dois fiscais e dois policiais militares.

Operações Especiais Integradas: outros reforços deste ano são as Operações Especiais Integradas em vias de grande concentração de público, como a rua Sapucaí, rua Alberto Cintra, rua Pium-í, avenida Guarapari, avenida Fleming e Praça da Liberdade. Esses locais receberão planos integrados específicos para garantir mobilidade, segurança, serviços urbanos, ordem pública e proteção social.

Para minimizar riscos: a Defesa Civil de Belo Horizonte vem trabalhando para levantar os diversos riscos que podem estar nas rotas dos blocos de rua e repassar as informações para as regionais responsáveis.  Durante todo o período oficial do Carnaval, o órgão fará um monitoramento 24h por dia. Os foliões podem ter acesso às informações sobre clima e tempo pelas redes sociais: Facebook, Twitter e Instagram e canal público do Telegram pelo endereço: defesacivilbh.