LiMpEzA E SuStEnTaBiLiDaDe

14 de fevereiro de 2019


A Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) preparou, para esta edição do Carnaval de Belo Horizonte, um projeto de sustentabilidade com duas frentes. A primeira conta com o apoio e a participação dos foliões e prevê a ampliação dos Locais de Entrega Voluntária (LEVs) de recicláveis.

A partir do dia 23/02, a cidade contará com dez novos pontos fixos de coletores, totalizando 16 contentores para coleta de recipientes de vidro. São eles: Praça da Estação; Praça Rui Barbosa; Rua Sapucaí; Rua Guaicurus; Avenida Brasil (Bernardo Monteiro); Praça da Liberdade; Praça Diogo de Vasconcelos/ Savassi; Avenida Afonso Pena com avenida Álvares Cabral; Praça da Assembleia; Praça Duque de Caxias; Avenida Afonso Pena com rua Timbiras; Avenida do Contorno com avenida Getúlio Vargas; Avenida Fleming; Avenida Getúlio Vargas com rua Rio Grande do Norte; Praça Afonso Arinos; e Rua São Luiz.

A segunda é uma ação com os catadores de materiais recicláveis, que vão passar por 12 blocos, selecionados pela Belotur e SLU, fazendo a catação. O projeto contará com 130 trabalhadores que vão se dividir em três grupos de 30 a 50 pessoas por dia.

Todos os catadores estarão equipados com equipamentos de proteção individual e camiseta com a identidade visual do projeto. Os blocos escolhidos foram:Volta Belchior, Quando Come se Lambuza, Bloco da Calixto, Pacato Cidadão, Angola Janga, Alô Abacaxi, Unidos do Barro Preto, Havayanas Usadas, Garotas Solteiras, Pisa na Fulô, Juventude Bronzeada e Ordinários.