O Carnaval de Belo Horizonte é de todo mundo!

20 de fevereiro de 2018


O Carnaval de Belo Horizonte já deixou saudades. Tem gente encontrando glitter pelo corpo até agora, mas a verdade é que os momentos dessa folia vão ficar guardados na memória para sempre. Um carnaval plural, de todo mundo e para todo mundo!

E por falar em memória, uma das iniciativas mais lindas dessa festa foi a série “É de todo mundo”, idealizada e produzida pela Belotur com o intuito de valorizar e dar voz aos diferentes personagens do nosso carnaval.

À frente dessa produção, a jornalista Maíra Cabral entrevistou 12 pessoas apaixonadas pela folia, que se relacionam com o evento de formas completamente distintas e compõem essa mistura bonita que é o Carnaval de Belo Horizonte. “O mais interessante de produzir e filmar esta websérie foi encontrar, ao acaso, pessoas muito diversas”, comenta Maíra.

O conceito da série buscou valorizar justamente esse acaso e o fluxo natural que se estabelece entre as pessoas durante o Carnaval. Para o primeiro episódio, a jornalista buscou um ponto estratégico de preparação entre os foliões, a Galeria do Ouvidor. Lá, encontrou Chantal Umbelino, foliã dedicada aos preparativos carnavalescos.

Da primeira entrevista, surgiu o nome do músico Gui Guardião, que se tornou o segundo protagonista da série. Ele, por sua vez, indicou um novo nome. Daí em diante, o trabalho seguiu um fluxo natural, evidenciando a pluralidade do Carnaval e a importância de cada pessoa para a composição desta festa, popular e democrática.

 

Surpresas pelo caminho

Durante a produção da série, a repórter se deparou com histórias de vida bastante surpreendentes. “Eu sempre prezei em deixar as pessoas a vontade, para que realmente se expressassem da forma como quisessem”, explica.

Uma dessas surpresas foi o gari Márcio da Silva, que Maíra encontrou durante o expediente embaixo do Viaduto da Floresta. Apaixonado pelo samba e pelo carnaval, o dedicado trabalhador da folia sonhava em, um dia, voltar a desfilar em sua escola de samba do coração, a GRES Cidade Jardim.

E não é que esse sonho se concretizou já no dia seguinte? A Belotur procurou os diretores da escola, que receberam Márcio de braços abertos na avenida. Os resultados desse e dos outros encontros dessa bonita série estão disponíveis aqui. Esse carnaval foi da Chantal, do Gui, da Luiza, da Cláudia, da Nayara, do Roberto, do Gedeon, da Cristal, da Aline e do Zenildo, do Domingos, do Márcio e seu também! Foi de todo mundo!