Publicado em 1 de março de 2017

Três milhões de foliões marcam o maior Carnaval da história de Belo Horizonte

Cerca de três milhões de pessoas estiveram nas ruas de Belo Horizonte durante o Carnaval. O número demonstra que a cidade superou as estimativas de público e viveu a maior festa de todos os tempos. A folia atraiu mais de 500 mil turistas. Cerca de 350 blocos e 416 desfiles animaram todos os cantos da capital.

De acordo com Aluizer Malab, presidente da Belotur, Belo Horizonte vive um momento histórico. “O que presenciamos esse ano não passa apenas pela recuperação do nosso Carnaval, hoje o terceiro maior do país, mas também pela mudança de paradigma como cidade. Estamos nos entendendo como uma cidade cosmopolita, turística, de grandes fluxos, eventos e pessoas, tudo isso aliado a nossa cultura genuína e seus lugares únicos, que proporcionam experiências únicas. Belo Horizonte se acendeu para o Brasil e para o mundo e o Carnaval 2017 foi o marco desse novo capítulo de nossa história”.

Na área da saúde, três Postos Médicos Avançados (PMAs) foram montados com o objetivo de atender urgências durante o carnaval e não sobrecarregar as unidades de saúde regionais. Os PMAs funcionaram entre sexta-feira, 24/02, e quarta-feira, 01/03, na Região Centro-Sul: Rua da Bahia com Guaicurus (próximo à Praça da Estação), na Rua Alagoas, entre Timbiras e Guajajaras e na Rua dos Inconfidentes, esquina com Avenida Getúlio Vargas. Os locais foram definidos em função das rotas dos blocos e também por estarem localizados em regiões de fácil acesso aos hospitais. Os postos operaram durante 24 horas, com capacidade de atender a pequenos procedimentos como desidratação, intoxicação, crises convulsivas e pequenos traumas.

A Prefeitura de Belo Horizonte disponibilizou 10 mil banheiros químicos, 3 mil a mais do que 2016.

O metrô de Belo Horizonte funcionou todos os dias até as 2h para embarques apenas na Estação Central e desembarque em qualquer estação. A BHTrans reforçou o atendimento das linhas de ônibus. Foram 4 mil servidores da PBH mobilizados para o evento. Os 20 Foliônibus, transporte gratuito oferecido pela Belotur em parceria com a SKOL, circularam no ápice do carnaval, entre os dias 25 e 28, em toda a extensão da Avenida do Contorno.

Mais de dois mil guardas municipais e 2700 policiais militares reforçam a segurança do folião nas ruas de BH.

Ao todo, 9,4 mil ambulantes atuaram durante os dias de pré-carnaval e carnaval. O número é quase três vezes maior do que o registrado ano passado.

Outras notícias