De olhos abertos para o Carnaval de BH

20 de fevereiro de 2017


COP - Breno Pataro
Belotur e Centro de Operações da Prefeitura de Belo Horizonte possuem estratégia alinhada com 19 instituições para monitorar e garantir segurança, harmonia, limpeza e fluidez do Carnaval de BH 2017
 
A Belotur e o Centro de Operações de Belo Horizonte (COP-BH) estão com uma operação especial para garantir o bom funcionamento da cidade durante o Carnaval. Funcionando 24 horas por dia, nos sete dias da semana, o COP-BH direciona seus esforços para proporcionar serviços públicos cada vez mais eficientes aos seus cidadãos, integrando 19 entidades e monitorando, em tempo real, 1.500 câmeras distribuídas pela cidade. 
 
“Por meio de um planejamento georreferenciado, mapeamos todos os blocos de rua, palcos oficiais, e demais atividades do Carnaval de BH. Em seguida, adicionamos camadas de inteligência, tais como rotas da saúde, Companhias da Polícia Militar, áreas de risco e, dessa maneira, garantimos não só a festa do folião, mas também o bem-estar do cidadão”, explica Glauco Carvalho, gerente de Operações da Belotur.
 
Além disso, diversos outros serviços e informações de Belo Horizonte estão conjugados nesta ferramenta, o que garante facilidade e agilidade no trabalho de outras instituições, como a Superintendência de Limpeza Urbana, a BHTrans, a Guarda Municipal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros entre outros.
 
Com o aumento do número de visitantes e eventos durante o Carnaval, o Centro de Operações está preparando um reforço especial, com a montagem do Posto de Comando. Composto por representantes de instituições responsáveis pela organização e planejamento das ações do Carnaval 2017, o Posto de Comando tem como objetivo acompanhar e monitorar as atividades programadas e, caso necessário, definir ações de mitigação de riscos à população ou ao patrimônio público.
 
O Posto de Comando funcionará durante todo o Carnaval, e também nos dias 18, 19, 22 e 24 de fevereiro. Os representantes que estão trabalhando no Posto de Comando têm acesso a as funcionalidades que os colaboradores do COP-BH possuem, e neste ano contarão com a plataforma integrada. Ela irá otimizar a execução e coordenação de ações preventivas e corretivas do evento. É por meio dela que as instituições terão acesso aos pontos de concentração dos blocos, itinerário previsto, pontos de dispersão dos blocos, volume de público, contato com os organizadores e localização dos palcos, entre outros.
 
A gerente de Operações do COP-BH, Denise Fontes, esclarece que as atividades rotineiras do Centro de Operações continuarão normalmente. “Belo Horizonte é muito grande, e nós precisamos ficar atentos ao Carnaval e também a todo o resto, como o período de chuva e às situações que podem impactar a vida do cidadão. A Sala de Controle está atenta a tudo isso. Já o Posto de Comando está com os olhos voltados para o Carnaval. Lá que vamos verificar se há alguma dificuldade com o evento, dar o suporte para as equipes na rua e tomar decisões para aquilo que for além do planejado”, explica. 
 
Foto COP: Breno Pataro