Estivadores do Havaí

Fundado em 12 de julho de 1984 pelo sambista Jorge Mangabeira (Jorjão), o Bloco vai para a Avenida com 160 integrantes, cinco Alas, duas alegorias, além do tradicional Caminhão Alegórico e seis destaques de chão. Leva à avenida uma história de terror, como o enredo “A hora do espanto”, de Juólison Mangabeira.

Ao longo dos anos, o bloco veio ascendendo na classificação: em 1985 obteve o 5º lugar, em 86, conquistou a 4ª colocação, em 87 o 3º, até alcançar o 2º lugar em 1988, ano em que interrompeu os desfiles. O bloco retornou ao Carnaval de BH em 2014, quando voltou a ser o 3º colocado.

O samba-enredo, “Grandes Impérios e Civilizações … Uma história de conquistas”, assinado por Felipe Diniz e Juólison Luíz, invoca os deuses para contar essa história milenar. O bloco sai com 180 integrantes.

BLOCO ESTIVADORES DO HAVAI
Foto: Maurício de Souza / Acervo Belotur
BLOCO ESTIVADORES DO HAVAI
Foto: Maurício de Souza / Acervo Belotur
Samba enredo 2016 
ESTIVADORES DO HAVAÍ
ENREDO: Grandes Impérios e Civilizações … Uma história de conquistas
AUTORES: Felipe Diniz e Juólison Luiz
Intérpretes: Lero e Bruno

Não importa o tempo, legados sempre vamos recordar
templos sagrados e riquezas, virtudes e belezas
que sacerdotes temem violar
Na guerra, soldados lutam em busca da glória
O herói anseia a vitória, um reinado tende a levantar

Na busca incansável a um poder imortal,
Surge o combate sobrenatural
Transformando a nobreza em supremacia
Da arte a mitologia, da pesca às especiarias
Erguendo um momento de paz a eternizar

Os segbredis de bravos homens revelando o que a mente guardar
Por trás dessas muralhas o domínio vai se despertar
A lenda irá seguir, um novo império no carnaval ressurgir

É presente de grego, escreve aí
Quem tá dizendo é o Estivadores do Havaí
Invocando os deuses pra contar
Essa linda história milenar

Quem foi que viu
é sensacional
O Esticadores do Havaí
Assombrando o Carnaval

 

Samba enredo 2014 – Estivadores invadindo o Egito (Autor: Juólison Mangabeira)